Saturday, January 2, 2016

Como se costuma dizer por aqui, "não estou a saber lidar!"

Estes últimos dias têm sido de loucos! Apesar de, numa visão geral, a Passagem de Ano ter corrido bem e me ter divertido muito, há coisas que me andam a "tirar o sono" (salvo seja, pois se há coisa que eu fiz mais depois da Passagem de Ano foi dormir xD).
É que já não bastava todo o stress familiar deste Natal, ainda tenho que levar com isto também...

É certo que a organização da Passagem de Ano andava numa fona, ninguém se decidia, ninguém cedia... Mas foi só depois de ter vindo de férias que consegui ver o verdadeiro estado da situação...
Basicamente e, muito resumidamente, o grande mal das pessoas neste grupo (e não só) é que têm um grave problema em dizer o que pensam na cara das pessoas em questão e adoram tirar conclusões baseadas no pouco que sabem das situações.
Começo a ficar um pouco farta desta merda sinceramente. Pois eu, por dizer o que penso, estou a ser acusada de "fazer a cabeça" a certas pessoas... Engraçado que, quem anda a dizer isto, é das pessoas mais influenciáveis e submissas que conheço e, curiosamente, até há umas semanas atrás, não tinha este discurso...pois agora dá-se mais com pessoas também elas influenciáveis e submissas e que, como se isso não bastasse, também gostam muito de se meter na vida dos outros e contribuir para a bela da cusquice... Curioso.
Eu, apenas por dizer que não tinha assim tanta capacidade monetária para alinhar no plano que se estava a criar para a Passagem de Ano, fui acusada de estar a fazer birra! Eu, que sempre fui imparcial sobre este assunto. Eu, que, mais uma vez, cedi em relação ao local da Passagem de Ano e fui para onde a maioria queria ir, de forma a que estivéssemos todos juntos, apenas com condições diferentes. Eu é que estou a fazer birra? Ao menos não fui para o meio do grupo dizer "se for em x sítio, eu não vou!", mas ya, a pessoa que faz birra sou eu!
Obviamente isto não estaria a ser uma espécie de tempestade num copo de água se me tivessem dito tudo isto na cara...mas não! Vamos continuar a manter a postura do "está tudo bem, somos grandes amigos", mas nas costas podemos dar as facadinhas que quisermos... Não percebo.
Não percebo como se cria um grupo para se decidir onde será a Passagem de Ano e, no mesmo grupo, informa-se que o jantar, para aqueles que não passam com a família, será em x sítio, para estarmos todos juntos como seria suposto, e há quem se lembre de fazer um jantar paralelo e, o mais grave, mentir sobre isso! Afinal onde está a amizade deste grupo? Onde está a honestidade e a frontalidade? Pois.
Como uma amiga minha disse ontem e bem, acusam-me de fazer a cabeça às pessoas, mas isto é o quê? Nós não somos todos amigos? Estás a sugerir o quê? Que eu sou má influência? Que sou má pessoa? Foda-se!
Como se isso não bastasse e, contribuindo para toda esta fona, há quem ande a tentar "passar uma mensagem" por terceiros, beneficiando-se do facto de "ter as costas mais pesadas" dentro de um certo grupo (não o mesmo grupo atenção, apesar de se "misturar" um pouco) para com uma pessoa a qual conhece há anos fora desse núcleo, colocando os tais terceiros numa posição bastante delicada... Pois, outro mal que não percebo é o pessoal não ter tomates para tomar certas atitudes, e então encobre-as mandando os outros fazer o "trabalho sujo". Isto está cada vez melhor sem dúvida.
Por mais razão que a pessoa possa ter ou não, tudo isto seria escusado se ela simplesmente chagasse ao pé da outra e dissesse "preciso falar contigo, dizer-te certas coisas e dar-te uns conselhos", e as coisas resolviam-se. Mas não... Vamos dar a bela da facadinha e depois "mitrarmo-nos" na Passagem de Ano com a maior cara de pau do mundo!!!
Não percebo...aquele "peso a mais nas costas" deve ter um poder muito grande em fazer com que a tua opinião mude da água para o vinho, só pode. Visto continuar a haver pessoas que antes eram uma coisa e agora são outra e não perdem uma oportunidade de dar a bela da facada... Mas este assunto já são outros quinhentos ;)

Oh meu...
Os amigos trocam opiniões, concordam uns com os outros, divergem noutros assuntos, tentam fazer valer o seu ponto de vista quando acham que têm razão no que estão a dizer e, pedem desculpa se, no final, chegarem à conclusão que se calhar quem tem razão é o outro lado. Os amigos discutem e fazem as pazes, dizem o que pensam cara a cara. Os amigos não servem só para os bons momentos e para passar a mão na cabeça. Os amigos quere-se sinceros, frontais. Quanto tiverem de te repreender por alguma coisa, leva na boa e conversem, pois eles só estão preocupados contigo. Isto é fazer a cabeça a alguém? Engraçado, no meu ponto de vista isto é a definição de se ser amigo de alguém.

Mas hei, é só a minha opinião! Se me pedem a minha opinião, eu dou. Aqui no blog eu escrevo e pronto, quem quiser lê, quem não quiser não lê. Se a querem aceitar e se tiverem a mesma opinião, boa cena, se não quiserem aceitar e tiverem uma opinião diferente, boa cena na mesma, desde que haja respeito mútuo, mas continua a ser a minha opinião. Não estou aqui para influenciar ninguém ;)

PS: O triste é que isto ainda vai dar muito pano para mangas...

No comments: